quinta-feira, maio 16, 2024
No menu items!
HomeTecnologiaSecretaria de Educação abre processo seletivo interno para atuação nos laboratórios de...

Secretaria de Educação abre processo seletivo interno para atuação nos laboratórios de tecnologia das escolas

HomeNotíciasDestaqueAtual
Secretaria de Educação abre processo seletivo interno para atuação nos laboratórios de tecnologia das escolas
09:37 – 02/05/2023

Espaço Maker _Itacoatiara_Rodrigo Santos -Secom
A Secretaria de Estado de Educação e Desporto recebe, até o dia 10 de maio, as inscrições para o Processo Seletivo Interno para Professores Articuladores de Tecnologias Educacionais. Os professores selecionados atuarão nas escolas estaduais da capital e do interior que possuem Laboratórios e Recursos Tecnológicos como, os Laboratórios Makers do Projeto “Fazer para Aprender” e os laboratórios de informática.

Os interessados podem acessar o edital, por meio do link https://drive.google.com/file/d/13sDhF1fS_Fz-ClXQXoCWFX3tFc48NjcG/view.

De acordo com a Gerente de Tecnologias Educacionais, Sabrina Araújo, a iniciativa busca capacitar os professores da rede estadual de ensino, para que todos se tornem multiplicadores tecnológicos.

“Participar do processo estimula a valorização do professor da rede estadual que, ao se tornar um articulador de tecnologias, inspira outros professores, além de impactar o ensino, ao apoiar seus pares no desenvolvimento de projetos que envolvam tecnologia na escola”, explicou Sabrina.

Fazer para Aprender

O projeto “Fazer para Aprender” possibilita aos alunos da rede estadual atividades práticas e experimentais, nas mais diversas áreas de conhecimento, aproximando-os de situações desafiadoras e os instigando na busca da resolução de problemas, com foco na melhoria da aprendizagem, no desenvolvimento de projetos, de acordo com o contexto local, e, até mesmo, no empreendedorismo.

Até o momento, já foram inauguração 50 laboratórios makers, dos 100 previstos. O projeto tem o objetivo de ampliar a aprendizagem dos alunos com conteúdos sobre robótica, programação, impressão em 3D, eletrônica, produção de áudio e vídeo, marcenaria e produção artística.

O “Fazer para Aprender” fomenta o desenvolvimento de metodologias ativas de aprendizagem (mão na massa) em ambientes multi-instrucionais, em escolas da rede estadual, tendo como princípio educativo a metodologia da problematização como instrumento de incentivo à pesquisa e ao protagonismo dos estudantes.

Nesses espaços, os jovens desenvolvem ainda mais o pensamento crítico, a criatividade, a empatia e o espírito de trabalho em equipe e empreendedor.

Mais Lidas