quinta-feira, maio 16, 2024
No menu items!
HomeTecnologiaCentro alemão de tecnologia analisa aplicação da indústria 4.0 para otimizar atividades...

Centro alemão de tecnologia analisa aplicação da indústria 4.0 para otimizar atividades em empresa de Manaus

A Indústria 4.0 integra o uso de diferentes tecnologias em empresas do mundo todo. Em Manaus, muitas delas já atuam neste segmento, com o intuito de melhorar seus trabalhos. No caminho para evoluir, uma centro alemão de tecnologia veio para a capital para fazer um estudo em uma empresa do Polo Industrial de Manaus.

Durante quatro dias, os representantes do centro alemão fizeram uma varredura sobre todos os processos e usos de tecnologias que já são utilizados atualmente no dia a dia da empresa, segundo o consultor sênior do centro alemão, Jacques Englander.

“Quando visitamos empresas, nós frequentemente vemos que há uma falta de proximidade de uma estrutura digitalizada. Com o nosso conhecimento, nós podemos fornecer um framework que podemos derivar em projetos específicos, programas específicos”, disse.

Segundo o diretor da empresa, Agnaldo Silva, um trabalho já é feito dentro do conceito de indústria 4.0, mas tem sido projetos que ainda não estão bem conectados ainda para que se tenha a plenitude da indústria 4.0.

“Nós estamos fazendo, no geral, um trabalho que vai ser capaz de fazer a empresa fazer sua transformação digital com sucesso. Em atingir seus potenciais bem rápido. Em traçar o caminho que podemos orientá-los”, explicou o gerente sênior do Centro Alemão, Sebastian Schmitz.

A empresa foi a primeira que recebeu o acompanhamento do Centro Alemão e, no futuro, outras empresas também devem ser visitadas para aprimorar seus desempenhos tecnológicos de trabalho no Polo Industrial de Manaus.

“Agora, com toda a evolução da tecnologia da informação, isso se mostrou extremamente importante e correto, porque a indústria 4.0 é a transformação da indústria, numa organização que aprende de forma autônoma. Que poderão gerar os melhores resultados”, afirmou o consultor de tecnologia, professor Manuel Cardoso.

Mais Lidas