quinta-feira, maio 16, 2024
No menu items!
HomeNoticiasEstiagem no Amazonas: governo convoca reunião para preparar ações emergenciais

Estiagem no Amazonas: governo convoca reunião para preparar ações emergenciais

Defesa Civil do estado aponta que a seca pode ser tão severa quanto a ocorrida em 2023

O governo do Amazonas realizou, nesta segunda-feira (6), uma reunião para discutir estratégias de enfrentamento à estiagem prevista para este ano. De acordo com previsões, a seca de 2024 pode ser tão severa quanto a ocorrida em 2023.

O objetivo da reunião era a elaboração de um plano de trabalho antecipado, considerando os possíveis impactos da seca, para minimizar os efeitos da estiagem, tanto na atividade econômica quanto na ambiental, incluindo os desmatamento e queimadas.

A reunião contou com a presença de 30 secretários e gestores do governo do Amazonas. O secretário executivo de Defesa Civil, coronel Francisco Máximo, apresentou indicadores climáticos para 2024, destacando a preocupação com a baixa recuperação dos rios, o que pode afetar a trafegabilidade das embarcações durante o período de vazante.

A Defesa Civil tem realizado reuniões desde janeiro com diversos setores, como indústria, comércio e poderes públicos, para coordenar ações de prevenção diante da possibilidade de outra estiagem severa em 2024.

Os níveis dos rios em todas as calhas do Amazonas estão abaixo do esperado para o período, indicando a urgência de medidas como dragagem dos rios, manutenção de portos e aeroportos, controle de qualidade do ar e garantia de acesso à água potável.

Além das ações estaduais, o governador Wilson Lima (União Brasil) tem buscado apoio do Governo Federal. Segundo o governo, foram solicitadas a antecipação de medidas para minimizar os impactos da estiagem.

Em 2023, o Amazonas enfrentou a estiagem mais intensa da história, que deixou todos o estado em situação de emergência e diversos municípios isolados.

Mais Lidas